quarta-feira, 8 de julho de 2015

Transparência

As aulas eram uma tortura. Aquela professora amarga, rancorosa, com roupas sérias e sem cor, deixavam qualquer criança desestimulada .
Eram quatro horas do seu lindo dia, desperdiçados em cópias, ditados, problemas aritméticos e nenhuma criatividade. 
O que mais gostava era o momento da leitura. Era o momento mágico de conhecer outros lugares ou  aprender novas situações . Mas logo o ranço da professora, fazia tudo desmoronar. Era hora de ir na frente de todos, ler alguns trechos do livro. Risinhos, piadinhas faziam parte do palco. As perninhas bambas tremiam, o rosto enrubescia , a fala diminuía e assim como um pesadelo ouvia a  rouquidão da megera ecoando  pela sala. Brava, ela rangia os dentes, batia na mesa com uma régua de madeira e esbravejava contra aqueles minúsculos seres alegres . Eu quero transparência, dizia ela. Quero honestidade. - Quem foi que riu? - quem foi que soltou piadinha? -  quem foi que jogou aviãozinho?  Felizmente a sineta esganiçava uma música querida por todos. Hora da merenda. Hora do recreio. Ninguém precisava dedurar ninguém! Todos pulavam imediatamente das cadeiras, sob o olhar medonho da líder. Alinhavam suas vestimentas pobres e surradas, ajeitavam os cabelos , endireitavam os pés e confinadamente se colocavam numa fila  silenciosa. Era o momento da alforria. Depois de descerem a escada, livres pelo pátio, pareciam cavalinhos soltos no pasto. Aquela criança desestimulada sentava num dos bancos do pátio , retirava seu simples lanchinho e suspirava! Logo mais, voltaria para a sala de aula, onde tudo recomeçaria.  Ai que tristeza, pensava .....

8 comentários:

  1. Preciosa foto .El reflejo es estupendo .
    Un beso.

    ResponderExcluir
  2. Oi Zizi! Ninguém merece passar por professores assim... E eles não são poucos, descarregando suas frustrações em cima de inocentes e indefesas crianças! Bjks Tetê

    ResponderExcluir
  3. Também passei alguns casos na escola ,pois os professores eram duros no sentido da disciplina ,batiam muitas vezes sem motivo ,é verdade ,mas também é verdade querida amiga que hoje são os professores que apanham dos alunos ,não sei como é ai no Brasil ,mas aqui em Portugal o professor hoje sofre ,enfim um passado presente mas com papéis invertidos ,beijinhos muitas felicidades.

    ResponderExcluir
  4. Que coisa,Zizi! Triste isso! mas acontece! Uma pena,não? Gosto tanto como escrever.Nos prendes até o final, esperando mais e mais! bjs,chica

    ResponderExcluir
  5. Zizi , que texto maravilhoso!
    Apesar do conteúdo ser um pouco triste, apreciei sobretudo a riqueza da sua escrita!
    Os meus parabéns!
    A foto também é magnifica.
    Beijinhos,
    Ailime

    ResponderExcluir
  6. Belíssimo texto Zizi! Lembrei do meu tempo de escola, era bem assim!Linda foto!
    Beijos
    Amara

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Bom dia Zizi!
    Tudo bem?
    Eu estou melhor agora, me recuperando de uma Sinusite...
    Que texto triste amiga...mas infelizmente ainda encontramos muito disso...mas uma bela escrita!
    Lindo feriado!
    Tem BC nova lá no meu cantinho...está convidada amiga!
    Um super bjo!

    Alê - Bordados e Crochê
    Fã Page

    ResponderExcluir
  8. Hello, interesting post and best wishes!

    ResponderExcluir

Feliz com sua presença!
Vou te aguardar com carinho!